Pesquisar este blog

Cientistas japoneses disparam laser capaz de explodir o planeta




No Japão, os cientistas da Universidade de Osaka, dispararam o LFEX, o laser mais poderoso já criado até hoje e que dificilmente será superado em um futuro próximo, uma vez que sua potência é nada menos que 2 pentawatts.
Segundo o Centro de Lasers Pulsados da Universidade de Salamanca, um pentawatt (PW) é 10 elevado a 15 watts, o que é a mesma coisa que mil terawatts ou 1 quatrilhão (1.000.000.000.000.000) de watts. Um só pentawatt equivale a 30 mil vezes a demanda média de energia elétrica de toda a Espanha.

De acordo com seus criadores, a energia concentrada do laser equivale a mil vezes o consumo elétrico mundial. O disparo durou apenas um picossegundo (um trilionésimo de segundo), e por isso foi totalmente seguro. O objetivo do experimento é melhorar as técnicas de projeção a laser, e o próximo objetivo dos pesquisadores do LFEX é elevar a potência a 10 pentawatts.




Embora o avanço tecnológico seja extraordinário, alguns cientistas mostraram preocupação com relação ao fato de o laser poder ser utilizado para o desenvolvimento de armas destrutivas. O pesquisador da Universidade de Illinois Julio Soares afirmou que uma potência dessa magnitude “seria capaz de explodir o planeta”.

Inscreva-se para receber novos artigos e informações exclusivas por e-mai

Informe o seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Amigos Do Google +

FACEBOOK

Postagens populares